O que é M&A?



Atendimento:
(11) 3796-3996 / 97632-9201

 


Daniel Rivera Alves
Sócio Fundador da Elit Capital


Elit Capital

Elit Capital

Fusões e Aquisições (Mergers and Acquisitions – M&A) são combinações de empresas, com troca de controle e assunção de ativos e passivos.

Geralmente o comprador é bem definido, e a transação se caracteriza como uma incorporação, por exemplo, mas há situações onde ocorre uma combinação proporcional das empresas, a fusão propriamente dita. Outras possibilidades de Transações Corporativas incluem aquisições de ações (direitos), sem que haja necessariamente uma incorparação das atividades ou integração entre empresas, ou mesmo uma compra direta dos ativos (máquinas, contratos, marca, etc).

Os motivos para uma transação se baseiam em seu sentido econômico. Existem aquisições boas e ruins, a depender dos benefícios para as partes envolvidas. A ótica da avaliação deve considerar se as empresas têm mais valor juntas do que separadas, quanto à geração de valor econômico, tanto no curto quanto no longo prazo. Podemos citar a substituição de uma administração ineficiente, a combinação de operações que garantam ganhos de escala, economias ou recursos complementares.

Operações de Fusões e Aquisições possuem características bem definidas e envolvem mudança de controle, seja por (i) Substituição da administração, (ii) Participação, (iii) Compra Alavancada ou (iv) Desinvestimento. A transação pode ser tanto amigável quanto hostil, ou mesmo uma reestruturação. As principais configurações envolvem negócios: (i) Horizontal, quando as empresas atuam na mesma atividade; (ii) Vertical quando a transação se dá na cadeia de valor pela compra de fornecedores ou clientes; e (iii) Conglomerado, envolvendo empresas e negócios de diversas atividades que possuem sinergia entre si.

Ao iniciar a busca por possíveis negócios para aquisição, os executivos devem definir os critérios de seleção dos alvos e o total de recursos disponíveis. Conhecimento sobre como financiar a transação e aproveitar a totalidade dos recursos, faz diferença no tamanho do deal possível, e em sua viabilidade. As opções consideradas ou combinação de instrumentos para financiar uma aquisição podem oferecer benefícios e custos próprios e demandam estratégias bem desenhadas. Dentre as possibilidades de financiamento encontram-se (i) o próprio fluxo de caixa do comprador, em excesso às suas necessidades operacionais; (ii) ações do comprador; ou ainda (iii) o fluxo de caixa e capacidade de alavancagem e equity das empresas combinadas.

Outro fator importante a considerar em projetos desta natureza são as táticas anti-aquisições, para saber como se defender de aquisições hostis. A intenção não é ser extensivo neste ponto, nem detalhar as formas de se agir, mas deixar indicado que existem sim, maneiras de contornar situações indesejadas. Podemos relacionar aqui as principais táticas como a Poison pill, White Knight, e Shark repellant, com literatura acessível e muitos exemplos disponíveis.

O tema M&A é vasto e contempla diversas áreas do conhecimento. Cercar-se de assessores experientes nos diversos temas é essencial para que todos os pontos importantes sejam considerados ao longo da transação, desde a definição dos critérios à integração pós fusão.

ENTRE EM CONTATO